Paiaguás

 

 

Nome cientifico: Brachiaria brizantha cv. BRS Paiaguás
Fertilidade do solo: média
Forma de crescimento: cespitoso
Altura:  0,60 a 0,90 m
Utilização: pastoreio direto, fenação, consórcio com milho
Digestibilidade: excelente
Palatabilidade: excelente
Precipitação pluviométrica: acima de 800 mm anuais 
Tolerância à seca: alta
Tolerância ao frio: média 
Teor de proteína da matéria seca: 11 a 13%
Consorciação: Estilosantes Campo Grande 
Profundidade da semeadura: 2 a 4 cm
Ciclo vegetativo: perene 
Produção de forragem: 10 a 15 t. ms/ha/ano
Cigarrinhas das pastagens: não tolerante
Pontos de vc/ha: 400-600

- Principais características da planta:
Produtividade, vigor, produção de sementes; elevado potencial de produção animal no período seco, com alto teor de folhas e bom valor nutritivo.

- Principais características agronômicas:
Excelente opção para a diversificação de pastagens em solos de média fertilidade nos Cerrados. Outra alternativa viável é no consórcio com o milho safrinha e a integração lavoura-pecurária. Não tolera solos encharcados.

- Forma de utilização:
Para obter os desempenhos desejados, com sua máxima produção de carne por área, os pastos do capim-paiaguás devem ser manejados de modo a manter o pastejo a 30 cm de altura. Apresenta o maior acúmulo de forragem de melhor valor nutritivo durante o período seco, resultando em maiores ganhos de peso por animal e por área.