Quênia

 

 

Nome cientifico: Panicum maximum cv. BRS Quênia HÍBRIDO
Fertilidade do solo: alta
Forma de crescimento: cespitoso
Altura: 1,2 a 1,5 m
Utilização: pastoreio direto, fenação
Digestibilidade: excelente
Palatabilidade: excelente
Precipitação pluviométrica: acima de 800 mm anuais
Tolerância à seca: média
Tolerância ao frio: média / alta
Teor de proteína da matéria seca: 11 a 13%
Consorciação: Estilosantes Campo Grande
Profundidade da semeadura: 1 a 2 cm
Ciclo vegetativo: perene
Produção de forragem: 15 a 18 t. ms/ha/ano
Pontos de vc/ha: 300 - 450

 

- Principais características da planta: 
Folhas macias e colmos tenros oferecem forragem de alta qualidade e proporcionam ótimos ganhos de peso. Facilidade de manejo, por manter baixo o alongamento dos colmos, é uma característica que a diferencia entre todas as cultivares comerciais de porte. 

- Principais características agronômicas: 
Na avaliação sob pastejo, a cultivar apresentou bom estabelecimento bem como elevada persistência nos períodos seco e chuvoso do ano. No Rio Grande do Sul, sob temperaturas baixas, mostrou persistência similar à dos Panicuns mais resistentes, com produção de forragem superior.