Tupi

 

 

Nome cientifico: Brachiaria humidicola cv. BRS Tupi
Fertilidade do solo: baixa e média
Forma de crescimento: planta fortemente estolonífera e desenvolve-se formando touceiras
Altura: porte mediano, atingindo uma altura vegetativa de 50 a 75 cm
Utilização: pastoreio direto, fenação
Digestibilidade: boa
Palatabilidade: boa
Precipitação pluviométrica: acima de 800 mm anuais 
Tolerância à seca: média
Tolerância ao frio: média 
Teor de proteína da matéria seca: 8 a 11%
Consorciação: Estilosantes Campo Grande 
Profundidade da semeadura: 3 a 5 cm
Ciclo vegetativo: perene 
Produção de forragem: 8 a 14 t. ms/ha/ano
Cigarrinhas das pastagens: resistente
Pontos de vc/ha: 240-450

- Principais características da planta:
Produtividade, vigor, rapidez de estabelecimento e boa distribuição da produção ao longo do ano comparada à humidicola comum.

- Principais características agronômicas:
Esta forrageira é um opção para diversificação de pastagens, nos biomas Cerrado, Amazônia e Mata Atlântica, diminuindo o risco eventual de pragas e doenças. Representa, também, uma alternativa para a formação de pastagens por sementes nas áreas úmidas sujeitas a alagamentos temporários.

- Forma de utilização:
Um pastejo mais intenso na Primavera pode evitar problemas, facilitando o manejo durante o período das águas. A BRS Tupi quando manejada a 10 cm, sob manejo intenso em pastejo contínuo, apresentou produtividade superior (175 kg/ha) quando comparada à humidicola comum (45kg/ha), durante o período de chuvas.